Anorexia Nervosa: transtorno alimentar severo com risco de vida

Anorexia nervosa bulimia transtorno alimentar Psiquiatria Dr Jefferson

Anorexia nervosa (an-o-REK-see-uh) – ou simplesmente anorexia – é um transtorno alimentar caracterizado por peso corporal anormalmente baixo, medo intenso de ganhar peso acompanhado por percepção distorcida do peso. Leia mais, e acompanhe os detalhes.

A anorexia é considerada um distúrbio mental com altas taxas de mortalidade e que atinge principalmente mulheres.

Segundo informações do Ambulatório de Bulimia e Transtornos Alimentares, AMBULIM, entre 0,5% e 4% dessas mulheres apresentarão anorexia nervosa ao longo de suas vidas.

Pessoas com anorexia geralmente valorizam o controle de seu peso e forma do corpo, usando para tanto, esforços extremos que tendem a interferir significativamente em suas vidas.

Para prevenir o ganho de peso ou para continuar a perder peso, pessoas com problemas de anorexia geralmente restringem a quantidade de comida que comem.

Normalmente, controlam a ingestão de calorias vomitando após comer, ou fazem uso indevido de laxantes, produtos dietéticos, diuréticos ou enemas. Muitas dessas pessoas tentam perder peso praticando exercícios de maneira excessiva.

Entretanto, independente da quantidade de peso perdido, a pessoa continua a temer o ganho de peso.

Importante lembrar, que a anorexia não tem nada a ver com comida. É uma maneira extremamente prejudicial à saúde de tentar lidar com problemas emocionais, chegando a se fatal, muitas das vezes.

Quando a pessoa tem anorexia, geralmente, ela equipara magreza com autoestima.

Assim como outros transtornos alimentares, este é um que pode assumir o controle da vida da pessoa, tornando muito difícil a superação.

Entretanto, com um tratamento adequado, é possível a pessoa ter uma noção melhor de quem é, retornar a hábitos alimentares saudáveis, revertendo assim, algumas das complicações mais graves da anorexia.

Sintomas da anorexia nervosa

Os sinais e sintomas físicos da anorexia nervosa estão relacionados à fome. A anorexia também inclui problemas emocionais e comportamentais envolvendo uma percepção irreal do peso corporal e um medo extremamente forte de ganhar peso ou ficar gordo.

Pode ser difícil perceber os sinais e sintomas da anorexia, pois o que é considerado baixo peso para uma pessoa. pode ser diferente para outras. Exemplo claro de alguns indivíduos que podem não parecer extremamente magros.

Além disso, as pessoas com anorexia muitas vezes disfarçam sua magreza, assim como, hábitos alimentares ou problemas físicos.

Sintomas físicos

Os sinais e sintomas físicos de anorexia podem incluir:

  • Ausência de menstruação
  • Perda de peso extrema ou não atingindo os ganhos de peso de desenvolvimento esperados
  • Aparência magra
  • Cabelo que afina, quebra ou cai
  • Cabelo macio e felpudo cobrindo o corpo
  • Constipação e dor abdominal
  • Contagens sanguíneas anormais
  • Dentes corroídos e calosidades nos nós dos dedos devido ao vômito induzido
  • Descoloração azulada dos dedos
  • Desidratação
  • Fadiga
  • Inchaço de braços ou pernas
  • Insônia
  • Intolerância ao frio
  • Pele seca ou amarelada
  • Pressão sanguínea baixa
  • Ritmos cardíacos irregulares
  • Tontura ou desmaio

Algumas pessoas com esse tipo de transtorno alimentar apresentam compulsão e purgação, semelhantes a indivíduos com bulimia ou bulimia nervosa.

No entanto, pessoas com anorexia geralmente lutam com um peso corporal anormalmente baixo, enquanto que os indivíduos com bulimia normalmente têm peso normal ou acima do normal.

Sintomas emocionais e comportamentais

Os sintomas comportamentais da anorexia podem incluir tentativas de perder peso por meio de:

  • Restrição severa a ingestão de alimentos por meio de dieta ou jejum
  • Prática de exercícios em excesso
  • Vômito compulsivo e auto induzido para se livrar da comida ingerida, o que pode incluir o uso de laxantes, enemas, produtos dietéticos ou fitoterápicos

Os sinais e sintomas emocionais e comportamentais da anorexia podem incluir:

  • Adoção de refeições rígidas ou rituais alimentares, como cuspir comida após mastigar
  • Cobrir-se com camadas de roupas adicionais
  • Comer apenas alguns alimentos “seguros”, geralmente aqueles com baixo teor de gordura e calorias
  • Humor monótono (falta de emoção)
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Medo de ganhar peso, que pode incluir pesagem ou medição repetida do corpo
  • Mentir sobre a quantidade de comida ingerida
  • Não querer comer em público
  • Negar a fome ou dar desculpas para não comer
  • Preocupação com a comida, que às vezes inclui cozinhar refeições elaboradas para os outros, mas não comê-las
  • Pular refeições com frequência ou se recusar a comer
  • Reclamar sobre ser gordo ou ter partes do corpo gordas
  • Reduzido interesse em sexo
  • Retraimento social
  • Verificação frequente no espelho para detectar falhas

Quando procurar um medico

Infelizmente, muitas pessoas com anorexia não se interessam por tratamento médico, pelo menos inicialmente. O desejo por permanecer magro anula quaisquer preocupações com relação á saúde e bem-estar.

  • Se você tem um ente querido com quem está preocupado, insista para que converse com um médico.
  • Se você estiver enfrentando algum dos problemas listados acima ou se achar que pode ter um distúrbio alimentar, peça ajuda.
  • Se você está escondendo sua anorexia de entes queridos, tente encontrar uma pessoa em quem você confie para conversar sobre o que está acontecendo.

Prevenção da anorexia nervosa

Não existe uma maneira garantida de prevenir a anorexia nervosa. Os médicos de atenção primária (pediatras, médicos de família e internistas) podem estar numa boa posição para identificar os primeiros indicadores de transtorno de alimentação e prevenir o desenvolvimento de doenças relacionadas.

Tais profissionais podem, por exemplo, fazer perguntas durante as consultas médicas de rotina, sobre os hábitos alimentares, bem como, a satisfação com a aparência.

Se você perceber que um membro da família ou amigo tem baixa autoestima, hábitos alimentares severos e insatisfação com a aparência, considere conversar com seu médico de família sobre essas questões.

Talvez, não seja possível a você, prevenir o desenvolvimento de um transtorno alimentar tão severo. Porém, você pode falar sobre um comportamento mais saudável ou opções de tratamento para a pessoa que tenha anorexia nervosa.

Na Psiquiatria Dr Jefferson realizamos o tratamento de transtornos de alimentação como a anorexia e outros distúrbios.

Agendamentos de consultas de psiquiatria com consultas online e presenciais.

Para agendar consultas.

Informações de contato
Formulário de contato ou agendamento de consulta
Digite seu e-mail, para que possamos continuar com você.
Digite sua data de aniversário, para que possamos lembrar.
Seu número de telefone
Selecione o estado em que você reside
Selecione uma opção
Selecione uma opção
Selecione o modo como deseja ser atendido(a)
Descreva o assunto que deseja tratar ou mensagem que deseja nos enviar

#psiquiatriadrjefferson #anorexia #anorexia_nervosa #transtorno_alimentar

Deixe um comentário