Insônia o Distúrbio do Sono de 1001 Transtornos: Dicas de prevenção

Insônia o Distúrbio do Sono de 1001 Transtornos

A insônia é um distúrbio do sono comum que pode dificultar o adormecimento, dificultar o sono ou fazer com que você acorde muito cedo e não consiga dormir de novo. Você ainda pode se sentir cansado ao acordar. Leia os detalhes sobre o transtorno do sono, aqui.

A insônia pode minar não apenas seu nível de energia e humor, mas também sua saúde, desempenho no trabalho e qualidade de vida.

A quantidade de sono suficiente varia de pessoa para pessoa, mas a maioria dos adultos precisa de sete a oito horas por noite.

Em algum ponto, muitos adultos experimentam insônia de curto prazo (aguda), que dura dias ou semanas.

Geralmente é o resultado de estresse ou um evento traumático.

Mas algumas pessoas têm insônia de longo prazo (a chamada insônia crônica) que dura um mês ou mais.

A insônia pode ser o problema principal ou pode estar associada a outras condições médicas ou medicamentos.

Você não tem que aturar noites sem dormir. Muitas vezes, mudanças simples em seus hábitos diários podem ajudar.

Insônia o Distúrbio do Sono de 1001 Transtornos

Sintomas de insônia

De acordo com a Associação Brasileira do Sono, de cada três brasileiros, pelo menos um tem insônia. Este é um dado muito sério.

Os sintomas de insônia podem incluir:

  • Dificuldade em adormecer à noite
  • Acordar durante a noite
  • Acordar muito cedo
  • Não se sentir bem descansado após uma noite de sono
  • Cansaço diurno ou sonolência
  • Irritabilidade, depressão ou ansiedade
  • Dificuldade em prestar atenção, focar nas tarefas ou lembrar
  • Aumento de erros ou acidentes
  • Preocupações constantes com o sono

Quando ver um medico

Se a insônia dificultar suas funções durante o dia, consulte seu médico para identificar a causa do seu problema de sono e como ele pode ser tratado. Se o seu médico achar que você pode ter um distúrbio do sono, você pode ser encaminhado a um centro de sono para exames especiais.

Causas da insônia

Os casos de insônia, na maioria das vezes, está relacionada a maus hábitos de sono, ansiedade, depressão, falta de exercícios físicos, doenças crônicas e medicamentos.

A insônia pode ser o problema principal ou pode estar associada a outras condições.

A insônia crônica geralmente é resultado de estresse, eventos da vida ou hábitos que perturbam o sono.

O tratamento da causa subjacente pode resolver a insônia, mas às vezes pode durar anos.

Insônia

As causas comuns de insônia crônica incluem:

  • Estresse. Preocupações com trabalho, escola, saúde, finanças ou família podem manter sua mente ativa à noite, dificultando o sono. Eventos estressantes ou traumas na vida – como morte ou doença de um ente querido, divórcio ou perda do emprego – também podem causar insônia.
  • Viagem ou horário de trabalho. Seus ritmos circadianos atuam como um relógio interno, guiando coisas como seu ciclo de sono-vigília, metabolismo e temperatura corporal. Perturbar os ritmos circadianos do corpo pode levar à insônia. As causas incluem o jet lag por viajar em vários fusos horários, trabalhar até tarde ou cedo no turno ou mudar de turno com frequência.
  • Maus hábitos de sono. Os maus hábitos de sono incluem horários de dormir irregulares, cochilos, atividades estimulantes antes de dormir, um ambiente de sono desconfortável e usar a cama para trabalhar, comer ou assistir TV. Computadores, TVs, videogames, smartphones ou outras telas antes de dormir podem interferir no seu ciclo de sono.
  • Comer muito tarde da noite. Comer um lanche leve antes de deitar é normal, mas comer demais pode fazer com que você se sinta fisicamente desconfortável ao deitar. Muitas pessoas também apresentam azia, um refluxo de ácido e comida do estômago para o esôfago após comer, o que pode mantê-lo acordado.

A insônia crônica, um dos distúrbios do sono, também pode estar associada a condições médicas ou ao uso de certos medicamentos. O tratamento da condição médica pode ajudar a melhorar o sono, mas a insônia pode persistir após a melhora da condição médica.

Outras causas comuns de insônia incluem:

  • Transtornos de saúde mental. Os transtornos de ansiedade, como o transtorno de estresse pós-traumático, podem perturbar o sono. Despertar muito cedo pode ser um sinal de depressão. A insônia costuma ocorrer também com outros transtornos mentais.
  • Medicamentos. Muitos medicamentos controlados podem interferir no sono, como certos antidepressivos e medicamentos para asma ou pressão arterial. Muitos medicamentos de venda livre – como alguns analgésicos, medicamentos para alergia e resfriado e produtos para perder peso – contêm cafeína e outros estimulantes que podem interromper o sono.
  • Condições médicas. Exemplos de condições associadas à insônia incluem dor crônica, câncer, diabetes, doenças cardíacas, asma, doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), tireoide hiperativa, doença de Parkinson e doença de Alzheimer.
  • Transtornos relacionados ao sono. A apneia do sono faz com que você pare de respirar periodicamente durante a noite, interrompendo o sono. A síndrome das pernas inquietas causa sensações desagradáveis ​​nas pernas e um desejo quase irresistível de movê-las, o que pode impedir que você adormeça.
  • Cafeína, nicotina e álcool. Café, chá, cola e outras bebidas com cafeína são estimulantes. Beber no final da tarde ou à noite pode evitar que você adormeça. A nicotina nos produtos do tabaco é outro estimulante que pode interferir no sono. O álcool pode ajudá-lo a adormecer, mas impede fases mais profundas do sono e costuma causar o despertar no meio da noite.

Insônia e envelhecimento

A insônia se torna mais comum com a idade. Conforme você envelhece, você pode experimentar:

  • Mudanças nos padrões de sono. O sono geralmente se torna menos repousante à medida que você envelhece, portanto, é mais provável que o ruído ou outras mudanças no ambiente o despertem. Com a idade, seu relógio interno frequentemente avança, então você se cansa no início da noite e acorda mais cedo. Mas as pessoas mais velhas geralmente ainda precisam da mesma quantidade de sono que as pessoas mais jovens.
  • Mudanças na atividade. Você pode ser menos ativo física ou socialmente. A falta de atividade pode interferir com uma boa noite de sono. Além disso, quanto menos ativo você for, maior será a probabilidade de tirar uma soneca diária, o que pode interferir no sono noturno.
  • Mudanças na saúde. Dor crônica causada por doenças como artrite ou problemas nas costas, bem como depressão ou ansiedade, podem interferir no sono. Problemas que aumentam a necessidade de urinar durante a noite – como problemas de próstata ou bexiga – podem interromper o sono. A apneia do sono e a síndrome das pernas inquietas tornam-se mais comuns com a idade.
  • Mais medicamentos. Os idosos geralmente usam mais medicamentos prescritos do que os mais jovens, o que aumenta a chance de insônia associada aos medicamentos.

Complicações da insônia

O sono é tão importante para a saúde quanto uma dieta saudável e atividade física regular. Seja qual for o motivo da perda de sono, a insônia pode afetar você mental e fisicamente.

Pessoas com insônia relatam uma qualidade de vida inferior em comparação com pessoas que dormem bem.

As complicações da insônia podem incluir:

  • Baixo desempenho no trabalho ou na escola
  • Tempo de reação mais lento durante a condução e maior risco de acidentes
  • Transtornos de saúde mental, como depressão, transtorno de ansiedade ou abuso de substâncias
  • Maior risco e gravidade de doenças ou condições de longo prazo, como hipertensão e doenças cardíacas

Prevenção da insônia

Bons hábitos de sono podem ajudar a prevenir a insônia e promover um sono profundo:

  • Mantenha sua hora de dormir e acordar consistentes dia após dia, incluindo fins de semana.
  • Mantenha-se ativo – atividades regulares ajudam a promover uma boa noite de sono.
  • Verifique seus medicamentos para ver se eles podem contribuir para a insônia.
  • Evite ou limite os cochilos.
  • Evite ou limite a cafeína e o álcool e não use nicotina.
  • Evite grandes refeições e bebidas antes de dormir.
  • Deixe o seu quarto confortável para dormir e use-o apenas para fazer sexo ou dormir.
  • Crie um ritual relaxante na hora de dormir, como tomar um banho quente, ler ou ouvir música suave.

Depois disso, durma bem.

Você merece um bom sono.

Caso precise de orientações e conselhos sobre o seu problema para dormir bem, na Clínica Dr Jefferson temos profissionais preparados para aconselhamentos e acompanhamentos.

Fale conosco:
Informações e Agendamentos por mensagens no WhatsApp (11) 99715-0535.
www.wa.me/5511997150535

Siga-nos nas redes sociais:
https://facebook.com/psiquiatriadrjefferson
https://instagram.com/psiquiatriadrjefferson
https://twitter.com/psiquiatriaJ

Você também pode encontrar conteúdos didáticos em psiquiatriadrjefferson.com

Informações de contato
Formulário de contato ou agendamento de consulta
Digite seu e-mail, para que possamos continuar com você.
Digite sua data de aniversário, para que possamos lembrar.
Seu número de telefone
Selecione o estado em que você reside
Selecione uma opção
Selecione uma opção
Selecione o modo como deseja ser atendido(a)
Descreva o assunto que deseja tratar ou mensagem que deseja nos enviar

#insonia #disturbiodosono #transtornodosono

1 comentário

Deixe um comentário