Perda de memória: quando procurar ajuda profissional

Perda de memória em adultos
Perda de memória em adultos

Uma série de condições – não apenas a doença de Alzheimer – pode causar perda de memória em adultos mais velhos. É importante obter um diagnóstico imediato e cuidados adequados. Veja mais detalhes nessa matéria!

Todo mundo se esquece das coisas às vezes. Com que frequência você perdeu as chaves do carro ou esqueceu o nome de uma pessoa que acabou de conhecer?

Algum grau de problemas de memória, bem como um declínio modesto em outras habilidades de pensamento, é uma parte bastante comum do envelhecimento.

Há uma diferença, no entanto, entre mudanças normais na memória e perda de memória associada à doença de Alzheimer (CID 10 – G30) e distúrbios relacionados.

E alguns problemas de memória são o resultado de doenças tratáveis. Seja a perda de memória recente, pós-trauma e outros tipos mais comuns.

Se você estiver tendo problemas de memória, converse com seu médico para obter um diagnóstico e cuidados adequados.

Perda de memória Alzheimer

Perda de memória e envelhecimento

A perda de memória recente em idosos é a perda normal de memória relacionada à idade não o impede de viver uma vida plena e produtiva.

Por exemplo, você pode esquecer ocasionalmente o nome de uma pessoa, mas lembrar-se dele mais tarde no mesmo dia.

Você pode perder seus óculos às vezes.

Ou talvez você precise fazer listas com mais frequência do que no passado para lembrar de compromissos ou tarefas.

Essas mudanças na memória geralmente são controláveis ​​e não afetam sua capacidade de trabalhar, viver de forma independente ou manter uma vida social.

Perda de memória e demência

A palavra “demência” é um termo genérico usado para descrever um conjunto de sintomas, incluindo deficiência na memória, raciocínio, julgamento, linguagem e outras habilidades de pensamento.

A demência geralmente começa gradualmente, piora com o tempo e prejudica as habilidades da pessoa no trabalho, nas interações sociais e nos relacionamentos.

Freqüentemente, a perda de memória que atrapalha sua vida é um dos primeiros ou mais reconhecíveis sinais de demência.

Outros sinais iniciais podem incluir:

  • Fazer as mesmas perguntas repetidamente
  • Esquecer palavras comuns ao falar
  • Misturar palavras – dizer “cama” em vez de “mesa”, por exemplo
  • Demorar para concluir tarefas familiares, como seguir uma receita
  • Perder itens em lugares inadequados, como colocar uma carteira na gaveta da cozinha
  • Perder-se ao caminhar ou dirigir em uma área familiar
  • Ter mudanças de humor ou comportamento sem motivo aparente


As doenças que causam danos progressivos ao cérebro – e, consequentemente, resultam em demência – incluem:

  • Doença de Alzheimer, a causa mais comum de demência
  • Demência vascular
  • Demência front temporal
  • Demência de corpo de Lewy

O processo da doença (patologia) de cada uma dessas condições difere um pouco.

O comprometimento da memória nem sempre é o primeiro sinal, e os tipos de problemas de memória variam.

Também é possível ter mais de um tipo de demência, conhecida como demência mista.

Comprometimento cognitivo leve (CCL)

A CCL está associada às condições patológicas de evolução do processo de envelhecimento normal para um ou mais quadros de demência.

Logo, a CCL é considerada uma fase sintomática que apresenta leves sinais de perdas neurológicas que podem ser exemplificadas pela doença de Alzheimer.

Isso envolve um declínio notável em pelo menos uma área das habilidades de pensamento, como a memória, que é maior do que as mudanças do envelhecimento e menor do que as da demência.

Ter comprometimento cognitivo leve não o impede de realizar tarefas diárias e de se envolver socialmente.

Pesquisadores e médicos ainda estão aprendendo sobre o comprometimento cognitivo leve.

Para muitas pessoas, a condição eventualmente progride para demência devido à doença de Alzheimer ou outro distúrbio que causa demência.

A perda de memória de outras pessoas não progride muito e elas não desenvolvem o espectro de sintomas associados à demência.

Causas reversíveis de perda de memória

Muitos problemas médicos podem causar perda de memória ou outros sintomas semelhantes aos da demência.

No entanto, a maioria dessas condições pode ser tratada.

Seu médico pode rastreá-lo quanto a condições que causam comprometimento reversível da memória.

As possíveis causas de perda de memória reversível incluem:

  • Medicamentos. Certos medicamentos ou uma combinação de medicamentos podem causar esquecimento ou confusão.
  • Trauma ou lesão craniana leve. Um ferimento na cabeça causado por uma queda ou acidente – mesmo que você não perca a consciência – pode causar problemas de memória.
  • Transtornos emocionais. Estresse, ansiedade ou depressão podem causar esquecimento, confusão, dificuldade de concentração e outros problemas que atrapalham as atividades diárias.
  • Alcoolismo. O alcoolismo crônico pode prejudicar seriamente as habilidades mentais. O álcool também pode causar perda de memória ao interagir com medicamentos.
  • Deficiência de vitamina B-12. A vitamina B-12 ajuda a manter as células nervosas e os glóbulos vermelhos saudáveis. A deficiência de vitamina B-12 – comum em adultos mais velhos – pode causar problemas de memória.
  • Hipotireoidismo. Uma glândula tireoide subativa (hipotireoidismo) pode resultar em esquecimento e outros problemas de pensamento.
  • Doenças cerebrais. Um tumor ou infecção no cérebro pode causar problemas de memória ou outros sintomas semelhantes aos da demência.

Quando ver o seu médico

Se você estiver preocupado com a perda de memória, consulte seu médico.

Existem testes para determinar o grau de comprometimento da memória e diagnosticar a causa.

É provável que seu médico lhe faça perguntas. É bom ter um familiar ou amigo para responder a algumas perguntas com base nas observações.

As perguntas podem incluir:

  • Quando seus problemas de memória começaram?
  • Quais medicamentos, incluindo medicamentos controlados, medicamentos sem receita e suplementos dietéticos, você toma e em que doses?
  • Você começou recentemente um novo medicamento?
  • Que tarefas você acha difíceis?
  • O que você fez para lidar com os problemas de memória?
  • Quanto álcool você bebe?
  • Recentemente, você sofreu um acidente, caiu ou machucou a cabeça?
  • Você ficou doente recentemente?
  • Você se sente triste, deprimido ou ansioso?
  • Recentemente, você teve uma perda importante, uma mudança importante ou um evento estressante em sua vida?

Além de um exame físico geral, seu médico provavelmente fará testes de perguntas e respostas para avaliar sua memória e outras habilidades de pensamento.

Ele também pode solicitar exames de sangue e exames de imagem cerebral que podem ajudar a identificar causas reversíveis de problemas de memória e sintomas semelhantes aos da demência.

Você pode ser encaminhado a um especialista em diagnóstico de demência ou distúrbios de memória, como um neurologista, psiquiatra, psicólogo ou geriatra.

A importância de um diagnóstico

Aceitar a perda de memória e o possível início de demência pode ser difícil.

Algumas pessoas tentam esconder problemas de memória e alguns familiares ou amigos compensam a perda de memória de uma pessoa, às vezes sem saber o quanto se adaptaram a essa deficiência.

Obter um diagnóstico imediato é importante, mesmo que seja desafiador.

Isso por que, o fato de identificar uma causa reversível de comprometimento da memória permite que você obtenha o tratamento adequado.

Além disso, um diagnóstico precoce de comprometimento cognitivo leve, doença de Alzheimer ou um distúrbio relacionado é benéfico porque você pode:

  • Começar tratamentos para controlar os sintomas
  • Educar você e seus entes queridos sobre a doença
  • Determinar as preferências de cuidados futuros
  • Identificar instalações de cuidados ou opções de cuidados domiciliares
  • Resolver questões financeiras ou jurídicas

Seu médico pode ajudá-lo a identificar recursos e organizações da comunidade, como a Associação de Alzheimer, para ajudá-lo a lidar com a perda de memória e outros sintomas de demência.

Na Psiquiatria Dr Jefferson realizamos o tratamento de distúrbios de memória e outras síndromes.

Agendamentos de consultas de psiquiatria com consultas online e presenciais.

Para agendar consultas.

Informações de contato
Formulário de contato ou agendamento de consulta
Digite seu e-mail, para que possamos continuar com você.
Digite sua data de aniversário, para que possamos lembrar.
Seu número de telefone
Selecione o estado em que você reside
Selecione uma opção
Selecione uma opção
Selecione o modo como deseja ser atendido(a)
Descreva o assunto que deseja tratar ou mensagem que deseja nos enviar

Clinica de psicologia e psiquiatria zona norte SP – Serviços especializados em saúde mental com profissionais especializados

#psiquiatriadrjefferson #psiquiatria #memoria #perdadememoria #alzheimer #disturbios #CID10_G30

Deixe um comentário